GERAÇÃO DA PANDEMIA

  • 25/02/2022
GERAÇÃO DA PANDEMIA

As crianças dessa imagem podem ser os nossos filhos em 2022!

Mas qual o problema, as crianças estão acostumadas! Me preocupo que estejam acostumadas a usar algo que nem mesmo tem embasamento científico em relação aos seus supostos benefícios, mas sim em relação aos seus prejuízos!

O uso de máscaras em crianças nunca foi imposto por tanto tempo a tantas crianças, e não há estudos das gerações anteriores para confirmar esses desfechos. Também, existem relativamente poucos estudos investigando o uso de máscara em crianças devido a desafios éticos e logísticos.

O fato é que o uso de máscaras pelas crianças poderia ser justificado no início da pandemia, quando se acreditava que elas eram “super vetores” - o que sabemos que não é verdade há muito tempo - ou até mesmo quando estávamos com altas taxas de infecção e ocupação hospitalar.

Felizmente, em nosso estado, hoje o cenário é diferente. Temos a necessária flexibilização de regras de contingência do coronavírus para vários setores da sociedade. Mas por que seguimos sem questionar o fato de que as crianças continuam usando máscaras nas escolas? Pergunto: será que nossas crianças estão desenvolvendo todo o seu potencial?

Como já venho falando desde o início da pandemia, todos queremos o melhor para nossos filhos, principalmente em relação à saúde e educação. No momento em que a própria a própria OMS diz que crianças com 6 anos ou menos não devem ser obrigadas a utilizar máscaras - e recomendam abaixo de 12 anos, a partir da análise de diferentes fatores - busco entender a razão pela qual tantas escolas permanecem exigindo seu uso, apesar do decreto da prefeitura de Porto Alegre que a libera até 12 anos!

Tudo na vida tem riscos, inclusive proteger demais! O problema de exagerar nas recomendações não comprovadas é que corremos o risco de afastar as pessoas de recomendações bem fundamentadas.

Sou a favor da disciplina e que minhas filhas sigam as regras da escola. Mas qual o racional dessa? Toda política pública deve ser baseada em dados e evidências, e não pode ser meramente uma questão aleatória, ou pior ideológica.

E você, já verificou na escola em quais evidências baseiam suas regras?

Mídia