Saúde mental na infância

  • 16/03/2022
Saúde mental na infância

Com a pandemia, passamos a dar mais atenção para a importância da saúde mental, especialmente na infância.

Além do aumento em mais de 30% na procura à emergência por problemas relacionados à saúde mental em crianças de 12 a 17 anos, estudos mostram acréscimo em 20% de Ideação e Tentativa de Suicídio em crianças menores de 12 anos, o que é muito grave e assustador. Bullying e automutilação também têm sido, infelizmente, cada vez mais comum entre nossos jovens.

Mesmo estando em outra fase da pandemia, os desafios dos pais continuam. Abuso de telas, sedentarismo, sono irregular e alimentação rica em doces e industrializados: todos esses hábitos foram intensificados nos últimos dois anos.

O certo é que a saúde mental não deve ser separada da saúde física! E foi pensando nisso que escrevi o livro “O cérebro na infância”, um guia com o objetivo de não apenas fornecer aos pais estratégias que podem ser colocadas imediatamente na prática, mas também para auxiliá-los na construção de hábitos saudáveis que ajudarão suas famílias a formar crianças mais felizes e realizadas ao longo da vida!

Mídia